• (19)2512-1414
  • contato@redealimentare.com.br
5 cuidados que todo RH precisa ter durante a pandemia

5 cuidados que todo RH precisa ter durante a pandemia

Devido ao isolamento social por conta da COVID-19, as empresas estão tendo que se reinventar em vários aspectos para darem conta de suas demandas. Quanto ao RH, quais seriam os cuidados mais úteis durante a pandemia? 

Uma boa gestão de pessoas visa sempre as melhores condições de trabalho, tendo em vista que isso impacta nos índices de absenteísmo e evita situações como a Síndrome de Burnout, por exemplo. 

Pensando nisso, trouxemos abaixo 5 cuidados que você e sua equipe de RH devem ter enquanto perdura o isolamento social. Acompanhe a leitura e confira!

1. Veja como está a motivação dos colaboradores

Se ao sair de férias, as pessoas já se desconectam bastante do trabalho, imagina ter que lidar com essa situação atípica de ficar em quarentena enquanto as coisas voltam aos eixos. 

Qualquer empresa que preza pelo lado humano, especialmente nesse período que mexe bastante com as emoções, deve se preocupar em medir a satisfação dos colaboradores e verificar se eles precisam de alguma ajuda.

É necessário identificar as perspectivas dos colaboradores em relação a tudo que tem acontecido, até mesmo no intuito de acalmar essas pessoas e mostrar que elas são parte integrante da equipe, independentemente do cenário atual. 

Veja como está o empenho deles a respeito das tarefas e como o isolamento social impacta na produtividade, a fim de dar feedbacks pontuais e sempre humanizados.

Se a empresa atua em um dos setores essenciais de atividade, torna-se imprescindível que haja a conscientização de todos para modificar hábitos e, com isso, gerar um ambiente acolhedor para se trabalhar

A motivação é um aspecto comportamental que surge por uma série de fatores, porém, se for bem explorada, tende a impulsionar a capacidade das pessoas e desenvolver um diferencial competitivo.

2. Forneça orientações sobre planejamento

Por ser algo completamente fora da rotina de trabalho habitual, o home office tem mexido com a cabeça de muita gente e propiciado inúmeras barreiras de produtividade. 

Pois bem, para que isso não prejudique a saúde mental dos funcionários, uma vez que eles não conseguem enxergar a casa como um ambiente de trabalho provisório, resta tomar medidas que facilitem a vida deles.

Entre os cuidados durante a pandemia, a disciplina é algo primordial e deve ser seguida à risca para que todos lidem bem com isso, ou seja, mantenha os horários do cotidiano normal, mesmo que a equipe converse só por videoconferência. 

Inclusive, métodos como o 5S, Kanban, 5W2H, Balanced Scorecard, Pomodoro e demais conceitos podem contribuir bastante para que os colaboradores tenham foco.

3. Mantenha uma comunicação sem falhas

Mais do que nunca, a COVID-19 chegou para testar a capacidade das organizações em realizar um bom endomarketing, isto é, a comunicação interna não pode apresentar falhas e deve ser ágil para que tudo fique realmente alinhado. 

É preciso colocar na cabeça da equipe que não estamos vivendo em um momento de férias, mas sim uma pausa para retornarmos fortalecidos.

Pode ser por meio de lives, ligações, grupos no WhatsApp ou até mensagem direta nas redes sociais, mas as pessoas que trabalham contigo precisam de um parecer sobre o posicionamento da empresa e, logicamente, o futuro de cada um deles. 

A conversa deve ser franca para que os colaboradores reconheçam os esforços da gestão, de modo que a empresa construa uma aliança estratégica para vencer a crise o quanto antes. 

4. Esclareça a real situação financeira da empresa

Tão importante quanto um diálogo verdadeiro sobre o posicionamento da empresa é evidenciar as condições financeiras dela, afinal, os colaboradores querem saber se o emprego deles está em jogo. 

Por mais que muitas metas do RH definidas para este ano não sejam completamente satisfeitas, a transparência deve existir em qualquer circunstância, pois as pessoas merecem ter essa informação para se programarem.

Faça contas com os colaboradores e mostre o cenário de cada um deles em relação ao salário, às bonificações, às horas extras, à participação nos lucros e resultados, ao dissídio da categoria, entre outros pontos geralmente questionados. 

Se possível, faça uma videochamada em parceria com alguém da contabilidade, até mesmo para dar embasamento sobre os números apurados e mostrar que a empresa está disposta a esclarecer todas as dúvidas.

5. Garanta a segurança daqueles que não estão em Home Office

Sabemos que nem todos os nichos de trabalho estão 100% em home office, afinal, existem atividades que são essenciais para a população, tais como a saúde, o jornalismo, os bancos, o comércio de alimentos, entre outras áreas. 

No entanto, para aqueles que precisam abrir as portas em meio a essa pandemia, as medidas de higiene devem ser redobradas para garantir a segurança dos colaboradores.

A primeira medida é evitar ao máximo a formação de aglomerações, ou seja, se os departamentos são extensos, busque formas de criar escalas, diminuir horários de trabalho e, principalmente, colocar em home office as pessoas do grupo de risco. 

No ambiente corporativo, a empresa deve manter tudo devidamente higienizado, orientando todos sobre o asseio das mãos e uso de máscaras.

Bônus: Dê dicas de alimentação durante a pandemia

Evidente que não poderíamos esquecer de falar sobre alimentação saudável, uma vez que é algo primordial nesses tempos de isolamento, até mesmo para ninguém voltar ao trabalho tendo o risco de apresentar doenças. 

Por estarem em casa e ansiosos, a tendência é que os colaboradores acabem descontando na comida, só que nem sempre essa refeição contribui para a saúde de cada um.

Tendo isso em vista, forneça dicas diárias sobre maneiras mais saudáveis de se alimentar durante a pandemia, de modo que as pessoas tenham disposição, motivação e bom humor. 

Pode-se fazer uma parceria com algum(a) chef de cozinha ou empresa de refeição corporativa, a fim de mostrar caminhos que podem satisfazer a fome de cada funcionário, mas tendo o cuidado com alergias e intolerâncias.

Medidas como essa servem também para explicitar aos colaboradores que a empresa tem se importado com a situação, evidenciando assim um nível de humanização no trato de algo tão sério. 

Educando o seu cliente interno, a tendência é aumentar o grau de confiança deles na empresa, algo que pode refletir positivamente no futuro.

Portanto, veja que todos esses cuidados durante a pandemia são indispensáveis para manter a boa imagem da organização e cumprir os propósitos da gestão, de maneira que a empresa tire bons aprendizados dessa crise para inovar sempre.

E você? O que tem feito para contribuir com a vida dos colaboradores da empresa a qual presta serviços? Aproveite esse espaço e deixe seu comentário no post!

Deixe uma resposta

Fechar Menu